Dona de Le Lis Blanc e Dudalina, Restoque fecha acordo de recuperação extrajudicial e ações despencam

Por Valor Econômico

Restoque anunciou a celebração de um acordo de recuperação judicial com credores financeiros. Dona de grifes como a Le Lis Blanc, Dudalina e Rosa Chá, a companhia terá carência de 12 meses para iniciar o pagamento de juros, e as parcelas do valor principal das dívidas começarão a ser pagas em junho de 2023, com mais de 70% do total vencendo apenas em junho de 2025.

O acordo abrange apenas os credores financeiros da Restoque, como bancos e debenturistas, e não inclui fornecedores, funcionários ou outros parceiros comerciais. O plano ainda prevê um aumento de capital de R$ 150 milhões até o final de 2021.

As ações da companhia (LLIS3) tiveram forte queda, de 10,23%, fechando cotadas a R$ 7,90.

O custo da nova dívida será de CDI + 2,7% e CDI + 2,9%. O acordo não altera as as projeções financeiras para o período de 2020 a 2025, que haviam sido divulgadas em maio.

O acordo ainda deve ser aprovado e ratificado na próxima próxima Assembleia Geral de acionistas da empresa.