Ação da Saraiva dispara após homologação de plano de recuperação judicial

Por Exame

As ações da Livraria Saraiva amanheceram em forte alta após a empresa informar, por meio de fato relevante, que seu plano de recuperação judicial foi homologado. A dívida da companhia gira em torno de 670 milhões de reais.

Os papeis ordinários da empresa chegaram a ter valorização 58% por volta das 13h, quando o ativo era negociado a 4,8 reais. A ação preferencial, que dá direito aos dividendos, subia 16% também por volta desse horário.

A espera de novidades sobre a reforma da Previdência, que deve ser apreciada pelo Senado nesta terça-feira (1), a Bolsa operava em tom de cautela pela manhã. às 11h45, o Ibovespa recuava 0,23%, a 104.874  pontos.