A falência do Rio

Por Folha Uol

Nas palavras da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, o Rio de Janeiro vive um “clima de terra sem lei”. Para o juiz Sergio Moro, da Lava Jato, trata-se do exemplo mais visível de corrupção sistêmica no país.

Ao puxar o fio da investigação de contratos da Petrobras, descobriu-se no segundo Estado mais rico da Federação, de acordo com o magistrado, “um esquema mais complexo e abrangente”.

No entender da Polícia Federal, opera no Rio uma “grande confraria do crime organizado”, que seria mantida por agentes dos poderes Executivo e Legislativo em conluio com empresários ligados principalmente à construção civil e ao setor de transporte de passageiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *